domingo, 6 de outubro de 2019

XXVII Domingo do Tempo Comum

EVANGEHO - LUCAS 17,5-10

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas

Naquele tempo,
os Apóstolos disseram ao Senhor:
«Aumenta a nossa fé».
O Senhor respondeu:
«Se tivésseis fé como um grão de mostarda,
diríeis a esta amoreira:
'Arranca-te daí e vai plantar-te no mar',
e ela obedecer-vos-ia.
Quem de vós, tendo um servo a lavrar ou a guardar gado,
lhe dirá quando ele volta do campo:
'Vem depressa sentar-te à mesa'?
Não lhe dirá antes:
'Prepara-me o jantar e cinge-te para me servires,
até que eu tenha comido e bebido.
Depois comerás e beberás tu.
Terá de agradecer ao servo por lhe ter feito o que mandou?
Assim também vós,
quando tiverdes feito tudo o que vos foi ordenado, dizei:
'Somos inúteis servos:
fizemos o que devíamos fazer'».

1 comentário:

Anónimo disse...

Vem num Evangelho que Jesus disse:
O grão da mostarda é a menor das sementes das plantas duma horta. Mas dará uma grande árvore aonde até as aves buscam abrigo.
Assim, a Fé não se mede. Só os seus resultados são sentidos, apreendidos.

E os servos têm que fazer o que o patrão lhes ordenou.
E se fizerem o que deles se espera, o que lhes é devido fazerem, acabamos na majestosa mas difícil conclusão: somos servos inúteis.
Mas devem ser tratados com cuidado e atenção, apesar de não serem iguais ao patrão.

As parábolas, as histórias, os relatos dos Evangelhos parecem simplistas e, algumas vezes, evidentes.
Mas, como vêm de Deus, têm uma infra-estrutura raramente apreendida logo, de imediato.

Abraço

Acerca de mim

Arquivo do blogue