quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Músicas dos dias que correm

Hoje é quarta-feira, e habituámo-nos ao Largo da Boa-Hora. Porque há férias, e necessidade de descanso e de recuperar inspirações, ficamo-nos com um largo vazio, sem quem nos revele o seu olhar pelo mundo. Fica a língua francesa (ainda que com sotaque) cantada pela boca de Jacques Brel, porque há gente que gosta muito de França, de Paris, dos franceses, de Napoleão, de Laurent Gaudet, sei lá eu! Sim, sim, o Brel não é francês, mas é a língua sabem...

1 comentário:

DaLheGas disse...

Moi, j'aime Sarkozy... mas o que eu gosto mesmo J, é deste seu especial cuidado em lembrar aos transeuntes da freguesia que o Largo está vazio. quarta sim, quarta sim.

Acerca de mim

Arquivo do blogue