domingo, 21 de fevereiro de 2010

1º Domingo da Quaresma

A Quaresma começou na 4ª feira passada. Perdeu-se a disciplina do jejum e da abstinência, achamos sempre que já temos dificuldades suficientes na vida para nos atermos a tradições cuja lógica não vislumbramos. No fundo, no fundo, sabemos que o importante não é o não comer carne à 6ªfeira, mas gostamos de nos agarrar a estes pequenos sem sentido dos dias de hoje para nos desinteressarmos, tantas vezes, do que é verdadeiramente importante.
A Quaresma não é uma época fácil. Não há uma alegria permanente, não há luzes a ofuscarem a macilências das vidas, não há ruídos contínuos a afugentarem o horror de um silêncio com o qual pode ser difícil conviver-se.
Como sempre vou pedindo, entre outras coisas, discernimento e força, paz para todos os que me estão próximos. Gostava de ter soluções, mas afigura-se que será pedir demasiado, e também tenho de fazer pela vida...
Boa Quaresma para todos os que me lêem.

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas

Naquele tempo,
Jesus, cheio do Espírito Santo,
retirou-Se das margens do Jordão.
Durante quarenta dias,
esteve no deserto, conduzido pelo Espírito,
e foi tentado pelo diabo.
Nesses dias não comeu nada
e, passado esse tempo, sentiu fome.
O diabo disse-lhe:
«Se és Filho de Deus,
manda a esta pedra que se transforme em pão».
Jesus respondeu-lhe:
«Está escrito:
‘Nem só de pão vive o homem’».
O diabo levou-O a um lugar alto
e mostrou-Lhe num instante todos os reinos da terra
e disse-Lhe:
«Eu Te darei todo este poder e a glória destes reinos,
porque me foram confiados e os dou a quem eu quiser.
Se Te prostrares diante de mim, tudo será teu».
Jesus respondeu-lhe:
«Está escrito:
‘Ao Senhor teu Deus adorarás,
só a Ele prestarás culto’».
Então o demónio levou-O a Jerusalém,
colocou-O sobre o pináculo do Templo
e disse-Lhe:
«Se és Filho de Deus,
atira-te daqui abaixo,
porque está escrito:
‘Ele dará ordens aos seus Anjos a teu respeito,
para que te guardem’;
e ainda: ‘Na palma das mãos te levarão,
para que não tropeces em alguma pedra’».
Jesus respondeu-lhe:
«Está mandado:
‘Não tentarás o Senhor teu Deus’».
Então o diabo, tendo terminado toda a espécie de tentação,
retirou-se da presença de Jesus, até certo tempo.

2 comentários:

marialemos disse...

JB,

Adorei este seu post.

Pena que se veja tão pouca gente a resistir, de acordo com o Evangelho. A grande maioria vai à Missa sim todos os domingos (diariamente, muitos). Muitos rezam em público. Mas será que é isto ser Cristão?

Ou será mais para os outros verem? Como se diz em marketing 'trabalhar a imagem'?

Onde é que está a compaixão, o dar sem pensar em receber, o ser capaz de se sacrificar, saber amar?

Anónimo disse...

Gostei muito do seu post também. Sobretudo daquilo que você pede, seguramente não só na Quaresma: discernimento e força. Paz para todos. Obrigada, JdB. Você põe sempre "o dedo na ferida". pcp

Acerca de mim

Arquivo do blogue