sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

breve blague melancólica, com espelhos algures


(na rádio, os strange mirrors, cantam ‘somewhere’)

e é como se a melhor canção dos nossos anos oitenta
tivesse sido gravada hoje - exactamente hoje.

espanto, caríssimo leitor? nenhum de nenhum.

afinal, também ficou gravado lá atrás - nesses ínclitos anos oitenta -
o melhor do melhor do nosso século vinte e um.

gi.

Sem comentários:

Acerca de mim

Arquivo do blogue