sábado, 20 de setembro de 2008

Fui-me embora, estou na Beira

À hora em que me lerem os que resistem ao passar dos dias estarei na Beira, em Moçambique. Na realidade, já parti ontem, 6ª feira, de madrugada, como o vapor.

Redijo este post na 5ª feira, alimentado por um pensamento antecipado. Há quem me leia alegremente, curioso, preocupado, desinteressado de uma actividade que só é boa quando a alternativa não é melhor. O Outono, ao que sei, instala-se para satisfação de uns e desespero de outros.

Eu, queridos amigos e / ou leitores, devo estar a banhos no Índico, oceano que nunca pisei (vale a liberdade criativa). A bem dizer, também só me banhei no Atlântico, mas isso é um pormenor de somenos importância.

É isso, no fundo: praia, caranguejo para o jantar, a visão de uma cidade pujante que se destruiu devido a desentendimentos da democracia moçambicana.

Tenho-os a todos no pensamento mas, se não se importam, vou ali dar um mergulho e já volto.

2 comentários:

DaLheGas disse...

Moçambique!!! Até que enfim numa África Nossa J! Aí é que você vai chorar de emoção. E voltando, não se esqueça de escrever à madrinha. Bom regresso.

Anónimo disse...

Moçambique, terra de boa gente, já lá estive várias vezes, mas nunca na Beira. Estou desejosa de ler o que tens para nos dizer sobre essa terra onde tantos portugueses viveram felizes, até ao dia em que tiveram de a abandonar!Bjs MiHl

Acerca de mim

Arquivo do blogue