quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Ponto de Vírgula

Mas era também pela na mesa que se tinham arruinado. Com montanhas de panados e de bolinhos de bacalhau. Com opíparos assados e travessas de leite-creme cujo açúcar queimado perfumava toda a casa. A canela, o açafrão gastavam-se às mãos cheias. Os cabritos, os presuntos, as galinhas poedeiras, que se derretiam nas canjas como manteiga, iam à mesa aos domingos. Não era preciso ser dia de festa para que houvesse gasto de cavacas, de pão-de-ló, de bola da Teixeira, de passa de Alicante, de que eram gulosas as velhas desdentadas e que, com as gulodices, mastigavam orações.

in Jóia de Família, Agustina Bessa-Luís


Leite Creme

Ingredientes:

- 1 casca de limão;
- 1 colher de sopa de farinha de trigo;
- 120 g de açúcar;
- 4 a 6 gemas;
- 5 dl de leite;
- Açúcar para queimar a superfície.

Preparação:

Ferver o leite com a casca de limão.

Bater bem as gemas com o açúcar e a farinha, juntar ao leite quente e levar ao lume, mexendo sempre. Quando engrossar deita-se o leite creme numa taça para arrefecer.

Na altura de servir polvilha-se com açúcar e queima-se com um ferro em brasa.

Nota: receita tirada daqui

MFM

Sem comentários:

Acerca de mim

Arquivo do blogue