quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

As escolhas (literárias) do gi

15 livros editados em Portugal, em 2015, que tenciono ler e 1 livro lido que me impressionou:

Em 2015, pouco li. "Shame on me, I know". Por isso, este é um balanço diferente. Um balanço que pretende dar-nos balanço, precisamente, para boas leituras, de certa forma retroactivas. 

Convido-vos a investigarem um pouco, a  perceberem qual a razão pela qual quero ler cada uma destas obras - pode ser que tal exercício nos torne "compagnons de lecture"..

(Em todo o caso, houve um livro que li de um trago, à boa maneira romântica, e que me abanou. Chama-se "A Definição do Amor" e foi escrito por Jorge Reis-Sá. Ainda não sei se é um bom livro ou se eu é que fui um bom leitor. "In dubio, pro reo"..)


Os Nossos Bons Vizinhos

Assim Começa o Mal, Javier Marías, romance

Na Margem, Rafael Chirbes, romance


A Senhora Escritora

A Amiga Genial, 3 volumes, Elena Ferrante, romance


Os Nossos Poetas

Arrancar Penas a Um Canto de Cisne, Luis Quintais, poesia

MoradaRuis Pires Cabral, poesia

A Sombra do MarArmando Silva Carvalho, poesia

PersianasMiguel-Manso, poesia


A Obrigatória Brigada Anglófona

AquárioDavid Vann, romance

A de AçorHelen Macdonald, ensaio autobiográfico

Em Movimento, Olivier Sacks, autobiografia

Tudo o Que ContaJames Salter, romance


O Nórdico Sem Filtro

A Minha Luta, 3 volumes, Karl Ove Knausgaard, ficção | ensaio autobiográfico


O Nórdico Com Filtro

A Morte de Um Apicultor, Lars Gustafsson, romance | novela


O Discreto Contista Luso

Quartos Alugados, Alexandre Andrade, contos


O Semi-Clássico Russo 

Oblomov, Ivan Goncharov, romance

gi.

Sem comentários:

Acerca de mim

Arquivo do blogue