quarta-feira, 23 de julho de 2008

"El tango es un pensamiento triste que se baila"

Quem me conhece sabe do meu gosto por música clássica, por fado, por algum jazz. Quem me conhece melhor sabe da minha "paixão" por tangos, que entendo ser uma forma superior de música. Superior a quê? perguntarão alguns. Superior a nada de especial - apenas superior.
Fica aqui um vídeo delicioso (3'38'', para os que têm uma agenda apertada) mesmo que a delícia se situe no domínio do possidónio ou do lugar comum: o olhar apaixonado ou deslumbrado, a pequena multidão que se aproxima, o homem que tira o chapéu como que à passagem de algo que é maior do que ele, a senhora de touca de bilros, o balcão que pára de aviar bebidas.
Não percam!

2 comentários:

ana v. disse...

Delicioso, de facto. Isto é de um filme?
Também gosto imenso de Tango, embora não vá tão longe nessa coisa de achá-lo "uma forma superior de música"...

JdB disse...

Presumo que seja um filme, mas nãofaço ideia. Gosto de dizer que é uma forma superior de música, desde que não me perguntem "superior a quê?". É o ritmo, a dolência, e a definição que está no topo: um pensamento triste que se dança.

Acerca de mim

Arquivo do blogue