terça-feira, 29 de junho de 2010

Chegou a Maria Clementina

Podia começar este texto com essa postura tipicamente portuguesa que é a de que 'a galinha da vizinha', sendo neste caso uma galinha estrangeira, 'é muito melhor do que a minha'. Venho hoje falar de uma banda diferente do habitual. São quatro pessoas que se juntaram mas cujas identidades não são conhecidas, e que se apresentam ao público na forma de desenhos animados.

Voltando a essa postura tipicamente portuguesa, podia dizer que estão só a copiar um conceito já criado pelos Gorillaz (tanto quanto eu saiba a primeira banda a apresentar-se desta forma), e que estes não só foram os criadores como o fizeram muito melhor, e que a música deles é muito melhor, e que a música em Portugal é uma miséria, e que cá nunca se faz nada de jeito.

Mas não vou adoptar essa postura. Até porque não concordo nada com ela. Não acho que cá não se faça nada de jeito, acho mesmo que há música muito boa. Não temos de importar tudo. Mas isso é assunto para outro post.

Noto que tem vindo a surgir uma nova onda na música portuguesa. Parece uma coisa mais popularucha, em que os Deolinda são os representantes maiores do género. Acho que se têm criado projectos muito interessantes dentro do género e, com sorte, a grande maioria da música portuguesa que tem sido publicitada nos últimos tempos já partiu para parte incerta (aqui não vou referir nomes, basta ouvir a RFM durante uma hora para se perceber quem são).

Voltando à tal banda diferente do habitual. Intitulam-se Maria Clementina, e os membros criaram quatro alter-egos: Raquel Menina, Juca Pavico, Manuel de Malta e Enrique Mita. Este projecto foi encomendado pelos sumos B! que quiseram criar uma banda sonora para a publicidade do novo B! Clementina. Os Maria Clementina lançaram um EP, e a música que acompanha o anúncio do sumo é esta.

Dizem que fazem ruralo-pop-inconformado e, não sabendo muito bem o que é o género, depois de ouvir o EP e a música do anúncio, parece-me que a classificação lhes assenta muito bem. Parece-me também que cai dentro do tal género mais popularucho.

Diz quem sabe que os quatro membros são conhecidos por projectos a solo ou por colaborações, e que foram falados no último ano e meio. E outra das graças desta banda é esta tentativa de tentar adivinhar quem é quem. Eu tenho cá um palpite para quem são os três que cantam na música acima.

SdB (III)

1 comentário:

Anónimo disse...

Giro, o seu post, SdB III. Já percebi que sabe, e segue, música nacional e estrangeira. E tem razão em chamar a atenção para o que se faz em Portugal. Eu própria, que "tenho" o Deixa-me Rir de 5ªs feiras, raramente posto música portuguesa. É injusto, porque há coisas óptimas por cá. Já para não falar nas letras de sonho que o Carlos T, Jorge Palma,e outros escrevem...Gostei. pcp

Acerca de mim

Arquivo do blogue