quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Deixa-me rir...

É um privilégio poder postar na véspera do dia mais doce do ano. Do dia em que nasceu um Rei que se fez pequenino, pobre e humilde e que trouxe consigo a mensagem mais bonita do mundo: a mensagem do Amor. Viver em, para, com, por, através do Amor. Ama e faz o que quiseres, nas palavras de Santo Agostinho, é a síntese da liberdade, do horizonte e da expansão que o viver em Amor encerram. Esta é, para mim, a frase mais inspirada e arrebatadora que conheço. É tão forte e profunda que chego a perder-lhe o alcance…

Mas há descrições, a meu ver menos luminosas, que, de algum modo, também nos remetem para o Infinito que é Deus. Falo-vos de uma frase impressionante do nosso maior poeta, Fernando Pessoa: Deus é nós existirmos e isso não ser tudo. De uma forma mais filosófica do que religiosa, encontramos aqui a expressão do anseio mais profundo do coração humano: a Liberdade. O que aqui temos, não nos basta. Viver uma existência de 50, 60, 70 anos não faz sentido. Não pode ser só isto. Tem de haver mais. E esse mais é entender o significado do Amor (a liberdade de que nos fala Santo Agostinho) e aprender a aplicá-lo no dia-a-dia. O que gera a PAZ. Foi a possibilidade de encontrar esta PAZ - a mensagem mais verdadeira e universal que existe - que Jesus Cristo nos ofereceu.

Quanto à música …. a escolha da música foi um pouco mais difícil, porque não sou grande fã das canções pop/rock ligadas ao Natal. Mas descobri uma de que gosto. Talvez seja um pouco melancólica, mas não liguem à letra. Concentrem-se antes na melodia e na voz envolvente, sedutora, carregada de charme de um dos meus cantores preferidos. Have a very Merry Christmas.




pcp

7 comentários:

marialemos disse...

Estive aqui eu e a minha filha mais nova pregadas ao écran do computador a ouvir esta música que nos mandou.
Obrigada PCP e um óptimo ano para todos nós.

Anónimo disse...

Que imagem tão engraçada... obrigada, Maria. Um bom 2010. pcp

Philip disse...

Dear pcp, I hope by now you had a lovely Xmas. Your choice is a nice one, as you say not so much for the lyric but the melody and Elvis' sonorous voice.
Why don't you like Xmas songs? There are some really nice ones, not least the Judy Garland one that JdB posted... po

Anónimo disse...

Dear po, I do like Christmas songs. I just prefer them when they are not pop or rock... there is a solemn side to Christmas that, in my opinion, suits classical music better. But I make a few exceptions... anyway, I don't know that many Christmas songs!.. Bjs. pcp

DaLheGas disse...

obrigada pcp. à sua!

felpo disse...

Cada vez sabemos menos coisas que nos conformam na nossa própria língua.
De certeza que os seus avós sabiam e cantavam lindas canções de Natal.
O texto era lindo ponha-lhe música e grave, e passe para nós ouvirmos. Já vou um bocado atrasado para lhe desejar um Santo Natal, mas se todos os dias der morada ao AMOR todos os dias no seu coração se fará presépio.
Um óptimo 2010.

Anónimo disse...

Felpo! Gostou do meu texto? Será possível? Você está bem?.... estou a brincar consigo....Obrigada pela sua mensagem. Um magnífico 2010 para si. Bjs. pcp

Acerca de mim

Arquivo do blogue