quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Ponto de Vírgula

   It was now the middle of June…Strawberries, and only strawberries, could now be thought or spoken of. The best fruit in England every body’s favourite always wholesome.  These the finest beds and finest sorts. Delightful to gather for one’s self the only way of really enjoying them. 
   Morning decidedly the best time never tired every sort good. Hautboy infinitely superior no comparison the others hardly eatable hautboys very scarce.
    Chili preferred White Wood finest flavour of all price of strawberries in London  abundance about Bristol Maple Grove cultivation beds when to be renewed  gardeners thinking exactly different no general rule gardeners never to be put out of their way delicious fruit  only too rich to be eaten much of inferior to cherries currants more refreshing only objection to gathering strawberries the stooping glaring sun tired to death could bear it no longer must go and sit in the shade. 

in Emma, Jane Austen
  

 

Mini-cheesecakes frios com morangos

Para 8 unidades:

280 g de bolachas de aveia
120 g de açúcar mascavado claro
160 g de manteiga derretida
Mousse de queijo e laranja
130 g de queijo cremoso (tipo philadelphia)
60 g de açúcar
1 folha de gelatina
20 ml de sumo de laranja
Raspa de ½ laranja
100 ml de natas para bater
200 g de morangos (limpos, sem pé e cortados em quartos.)
25 g de açúcar fino

Base: Untar com manteiga 6 formas individuais com 6.5 cm de diâmetro e 2.5 cm de altura e forrar com papel vegetal. Triturar as bolachas com o açúcar, juntar a manteiga e misturar bem. Dividir a mistura pelas formas e forrar os lados e a base, prensando com uma colher. Refrigerar.

Creme de queijo e laranja: Hidratar a gelatina em água fria e escorrer bem. Reservar. Bater o queijo com o açúcar e a raspa de laranja até estar cremoso. Aquecer o sumo de laranja e dissolver a gelatina.
Misturar a gelatina ao queijo e bater até homogeneizar. Bater as natas até estarem firmes e incorporar com cuidado. Encher as formas com o recheio e refrigerar 2 horas ou até estar firme. Misturar os morangos com o açúcar e refrigerar. Colocar os morangos sobre as tartes antesde servir.


Nota: receita e imagens tiradas da internet

MFM

7 comentários:

Ana CC disse...

Que fotografia fantástica. Até eu que não gosto de doces fiquei "augadinha".

Desafio - Bimbi e farta experiência da TdB, criatividade de SdBIII, orientação técnica de JdB e nós, leitores assíduos deste blog, para comer.

Anónimo disse...

Mmmm, MFM. Very pretty, looks delicious. I make a very good and simple lime cheesecake: 500g mascarpone cheese (much smoother than ricotta),40g icing sugar,50g butter, the juice and grated zest (skin) of 4 limes, all mixed together, on a base of a packet of crushed ginger biscuits; add sliced kiwi fruit on top for decoration.
But only in summer, here now in London it feels like siberia!...PO

Anónimo disse...

Eu ADORO cheesecake! Deve ser o meu bolo preferido nesta fase... Obrigada pelos seus criativos e originais posts. pcp

JdB disse...

Este post é pecaminoso porque nos sugere (não sugere, sou eu a dizer, na realidade...) que a gula só é má se gerar indigestão...

Anónimo disse...

Ana CC - desafio aceite! espero que as dietas dos 'dB' não inviabilizem o programa...

PO - I very much like lime cheesecake! Still I agree with you, for now I'd rather have a hot chocolate cup. May I use your recipe for a summer post?

PCP - obrigada pelos seus comentários sempre simpáticos!

JB - é aproveitar agora que não tarda começa a quaresma...

mfm

leonor de sousa bastos disse...

Boa noite,

A receita e as imagens não são retirados da internet, são do seguinte endereço: http://www.flagrantedelicia.com.

A receita é minha e as imagens são de Miguel Coelho.

Obrigada,

Leonor de Sousa Bastos

JdB disse...

Leonor de Sousa Bastos:
Agradeço o seu comentário.
Como dono deste blogue permita-me uma explicação: se reparar, no fim do post está uma nota com um link (na palavra "internet") que remete quem quiser segui-lo para o blogue que refere.
Se bem que agradeça a sua visita, preferia que ela não se quedasse numa explicação em tom de crítica que não se justifica.
Até lhe direi mais: dentro dos nossos limites, fizemos publicidade à sua receita, à imagem de Miguel Coelho, ao seu blogue. Fizemo-lo com gosto, malgré tout.
JB

Acerca de mim

Arquivo do blogue