segunda-feira, 16 de julho de 2018

Um blogue? Tu? *

Pois é...

Durante muito tempo os blogues passaram-me ao lado. Não lhes ligava, não lhes via um encanto por aí além, não criei hábitos de visita. Nem sequer àqueles que eram supostas referências nacionais.


***

Dia 4 de Agosto sigo para o Zimbabué, onde ficarei cerca de dois meses. Beneficiarei da hospitalidade do actual embaixador, que me dá o gosto de uma amizade com quase 40 anos. O que vais lá fazer? perguntarão alguns, enquanto olham para um Mugabe a quem não confiaríamos uma tartaruga, para um país que parece a ferro e fogo, para um continente onde não se consegue pronunciar a palavra democracia, embora nos pareça que há sempre gente que canta e dança alegremente, num frenesim de inconsciência, miséria e cegueira política.

Vou por um conjunto de motivos, alguns bem prosaicos: Agosto e Setembro são meses em que me poderei dar ao luxo de exercer uma parte da minha actividade profissional a milhares de quilómetros, graças à Internet; por outro lado, conto fazer turismo, conhecer uma parte (e estou certo de que o vou fazer) do fascínio de África; aproveitarei para ler e para escrever. Conto também - passe o cliché do pensamento - olhar para o passado, atentar no presente e pensar no futuro.

***

O blogue que agora inicio (e agradeço à Ana Vidal o apoio técnico e estético, sem a qual nada disto teria sido possível) tem como motivo principal uma presunção: a de que alguns amigos gostarão de saber o que faço, com quem e porquê. É uma forma, afinal, de partilhar o meu dia-a-dia, agora que o fascínio do postal ilustrado é um actividade de alfarrabista. O que for colocando até à data da minha partida serve, também, como treino para este actividade que me é, ainda, um pouco hermética.

Como provavelmente a maioria dos blogues, este não tem linha editorial definida, a não ser o que entra naquilo que me apetece partilhar com quem me lê. Está tudo pensado para a minha estadia em Harare, num hectare muito bonito a que ainda podemos chamar solo pátrio. Quando regressar, logo se vê. Gosto do nome de um disco já antigo: hoje há conquilhas, amanhã não sabemos.

Adeus, até ao meu regresso...

***

Cumprem-se hoje dez anos, portanto, que abri este estabelecimento. Ao longo deste tempo recebi cá muita gente, que ficaram ou foram andando para outras paragens (e cito semordem especial): o JdC, várias gerações de dB's, o ATM, a MFM, a MAF, a PCP, o PO, a MTM, o JCN, o Pedro Castelo Branco, a Maria Zarco, a DaLheGas, o gi, a Monica Bello, o Zé do Telhado, a Luiza Azancot e outros de cujo nome esteja a esqucer-me.

A todos eles, e a todos os comentaristas que por cá vão passando, deixo a minha palavra de agradecimento. Sem eles - colaboradores e visitantes - este estabelecimento teria tido uma morte breve. Perdura por aqui, como o sangue mau de algumas famílias que teima em permanecer, apesar de todos os agoiros.

JdB

---

* A parte em itálico deste post deste texto foi publicado originalmente no dia 16 de Julho de 2008, há exactamente dez anos.

4 comentários:

Anónimo disse...

Um abraço ao generoso anfitrião desta (também minha) casa.
Dez anos, quem diria? Foi como se fosse ontem. Que venham mais dez!
Pela minha parte, foi um privilégio poder fazer parte desta bonita história.
Sempre com amizade e admiração,

gi.

JdB disse...

Caro gi: foi um gosto recebê-lo por cá, foi um gosto lê-lo por cá, foi um gosto vê-lo (ainda) por cá.
Meu querido Amigo: vão dez anos de blogue, mas vão doze anos de outras partilhas, outras conversas, outras aprendizagens. Quando retomarmos, estou certo de que retomamos onde ficámos da última vez.

Abraço do editor e dono do estabelecimento, abraço do outro.

JdB

Anónimo disse...

Dez anos de frescura e diversidade invejáveis... tudo afinado pela sensibilidade da inteligência. Ad multos...

JdB disse...

Caro anónimo,

Agradeço o seu comentário e os seus elogios, seguramente imerecidos. Somos, muitas - ou tantas vezes - aquilo que os outros fazem de nós.

Mantenha-se por cá, que o editor e dono do estabelecimento agradece.

JdB

Acerca de mim

Arquivo do blogue