terça-feira, 2 de junho de 2015

Duas Últimas

Olá,
Me desculpe se isso seria ofensivo,
Eu sou uma mulher e meu nome é Monica,
Recebo seu e-mail enquanto navega
podemos ser amigos?
Eu prometo lhe enviar minha foto e tudo sobre mim
Se eu receber a sua resposta
Lembre-se a distância, cor ou idade não importa, mas uma matéria muito amor na vida

Humildemente esperando por sua resposta

***

Volta e meia gosto de ir à pasta do junk (no meu correio electrónico é assim que se chama). Na maior parte das vezes é apenas porcaria - ou seja, junk. A Proteste (enfim...), a National Geographic (pouco junk...), gente que compra ouro, promoções de revistas ou de seguros. Desta vez havia uma mensagem interessante, da Monica Chapoteau. Obviamente, não conheço a criatura. Gosto de saber que é mulher porque ela diz, não porque identifique o sexo pelo nome. E gosto também de saber que do lado de lá desta interlocução há um espírito aberto, uma alma pura, um coração sincero, para quem a distância, a cor ou a idade não interessam, porque - e cito - uma matéria muito amor na vida... Como saberão estas máquinas que eu sou homem?

Deixo-vos com Anne-Sophie Mutter, porque não sei se a Monica Chapoteau tem outras virtudes para além das intangíveis. E sempre é uma mulher bonita, sobretudo para algumas pessoas que têm a caridade de me ler regularmente.

JdB
  

1 comentário:

Anónimo disse...

touché

Acerca de mim

Arquivo do blogue