terça-feira, 23 de agosto de 2011

Duas últimas

Fiéis e surpreendentes leitores,

Fruto de um exercício que tanto tem de meritório como de inútil, decidi olhar para mim próprio, nesta 2ªfeira em que vos escrevo. Que procurava? perguntarão curiosos, se bem que moderadamente interessados. Uma mancha traiçoeira na pele de um falso moreno? Vestígios de gota? Uma hérnia discal ou uma rotura de ligamentos? Nada disso. Procurava, apenas, a minha imaginação...

Ao princípio temi tê-la perdido, já que de tudo o que encontrei - uma imensidão de inutilidades -  ela não fazia parte do rol. Depois, resultado de uma persistência digna dos mais corajosos ou, quem sabe, dos mais obstinados, detectei-a. Estava amarfanhada a um canto, com o viço de uma rosa deitada à intempérie. Empunhava um cartaz nas mãozitas anquilosadas onde, num itálico desmaiado, se lia com esforço: daqui não levas nada...   

Então é assim. Pouco me sai e são horas de recolher, porque no memorando de entendimento não estão contempladas manhãs sonolentas no remanso de uma cama adquirida a preço justo. E por isso ofereço um doisemum, porque mesmo da maior secura criativa pode sair um pingo de generosidade artística. A mesma música, duas interpretações. Oiçam, decidam, escolham, partilhem. E voltem sempre, mesmo que vislumbrem uma senilidadezita no dono e editor do estabelecimento.

JdB 





4 comentários:

JdC disse...

Nota 10 para as duas interpretações desta música, que, ao que parece, constituiram inspiração in extremis do autor deste blogue. Só uma observação: que raio é que a Romy Schneider e o Alain Delon têm a ver com a história? Porque é que são protagonistas principais de uma música brasileira cantada pela Elis Regina? A explicação, se calhar, não pode ser mais lógica. Eu é que sou lento a processar.
Abraço.

Ana LA disse...

Bom dia Jotas,

Adorei a escolha das músicas e a observação pertinente do JdC. Que raio fazem estes dois aqui?

Outra questão! Qual a relação entre gota, uma cama adquirida a preço justo, secura artística e o carinhoso?

Boa semana meus queridos amigos

Anónimo disse...

Não paras de surpreender os fieis leitores, essa é que é!!
Abr
fq

Anónimo disse...

Thanks, JdC, for introducing me to a new Portuguese artist and a new song (new for me). PO

Acerca de mim

Arquivo do blogue