quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Recriações dos dias que correm...

1 comentário:

Anónimo disse...

Magnífico, JdB. Que categoria, que simplicidade, que dignidade tem a arquitectura portuguesa. Sou fã incondicional. Desde sempre. Obrigada. pcp

Acerca de mim

Arquivo do blogue