sábado, 20 de agosto de 2011

Pensamentos impensados


Ao Ministro da Economia (será Senhor?): Oi ÁLVARO! É assim mesmo! Aos grandes homens basta apenas um nome para serem identificados; temos o Hitler, o Reagan, o Estaline, o Churchill e tantos outros. Para si basta Álvaro. Já eu, simples mortal, para me identificar, tenho de dizer o nome, o sobrenome e os apelidos materno e paterno; também tenho de dizer o número do BI e o número de contribuinte. Força ÁLVARO!, está na hora de poupar.
 
O Ministro do Interior disse que era necessário fazer mais com menos dinheiro. Sei uma maneira melhor: comprar muito e não pagar. Penso que esta fórmula não será inédita, pois é o que o Estado faz aos fornecedores.
 
Parece que faz grande confusão a alguns estrangeiros que em Portugal tudo seja doutor, engenheiro, etc. Em Portugal é assim, no país deles será assado; para o assado há remédio: usem pó de talco.
 
O ouriço-do-mar, devido a um fenómeno chamado partenogénese, não precisa de parceiro para se reproduzir. Poder-se-à chamar família monoparental?

SdB (I)

2 comentários:

Anónimo disse...

já li e achei piada beijinhos

Anónimo disse...

Sempre actual e genialmente inconformado. Boa semana SDB I

Acerca de mim

Arquivo do blogue