sábado, 11 de dezembro de 2010

Pensamentos impensados

Não sei nada de desporto, não pratico desporto, mas apetece-me falar de desporto; deve ser por causa dos políticos, que não sabem de política mas vão para a política. Preocupo-me, sim, com a língua portuguesa tão maltratada pelos comentadores.

Num jogo Sporting / Guimarães, um jogador do Sporting foi expulso; passado pouco tempo, ouço o comentador dizer que o Guimarães estava a jogar com mais um jogador. Fiquei perplexo! Seria possível estarem 12 jogadores em campo? Depois percebi; o que ele queria dizer era que o Sporting estava com menos um jogador.

Golos provenientes de lances de bola parada
Já me referi a linguagens bizarras dos comentadores de futebol; acho estranho golos provenientes de bola parada; não estou a ver a bola parada e a baliza a sair do seu lugar e vir abraçar a bola. No começo (ou recomeço) de qualquer jogo a bola está sempre parada. Já tem acontecido começar um jogo e, cinco segundos passados, haver um golo; é considerado golo proveniente de bola parada?

Projecto de novo desporto olímpico
Os concorrentes atiram o dardo, o martelo ou o disco, e, imediatamente correm atrás do objecto lançado tentando agarra-lo antes de cair; o que ficar mais perto ganha. Se algum concorrente consegui apanhar o objecto lançado, ganha as 3 medalhas. Este desporto tem a vantagem de os atletas não ficarem aos saltinhos, num pé só, em desequilíbrio, tentando não pisar o risco.

NOTA: eu percebo os comentadores; assim eles percebam o que eu quero dizer.

SdB (I)

1 comentário:

Anónimo disse...

estás a perceber muito de desporto

Acerca de mim

Arquivo do blogue