quarta-feira, 29 de junho de 2011

A estrada da confiança

Faz-nos trilhar, Senhor, a estrada da Confiança. Dá-nos um coração capaz de amar serenamente aquilo que somos ou que não somos, aquilo com que sonhámos ou as coisas que não escolhemos e que, contudo, fazem parte da nossa vida.

Ensina-nos a devolver a todos os Teus filhos e a todas as criaturas a extraordinária Bondade com que nos amas. Não permitas que o nosso espírito se feche no medo ou no ressentimento: ensina-nos que é possível olhar a noite não para dizer que pesa em todo o lugar o escuro, mas que a qualquer momento uma Luz se levantará.

Dá-nos ousadia de criar e recriar continuamente mesmo partindo daquilo que não é ideal, nem perfeito. E quando nos sentirmos mais frágeis ou sobrecarregados recebamos, com igual confiança, a nossa vida como um Dom e cada dia como um dia de Deus.

José Tolentino Mendonça
In Um Deus que dança - Itinerários para a oração, ed. Secretariado Nacional do Apostolado da Oração

2 comentários:

Anónimo disse...

Perfeito! pcp

Anónimo disse...

Olhe JdB, vou ser sincera, isto já me irrita.
Caramba uma pessoa leva cada chapadão de serenidade, bondade e perfeição! E se não consegue? Acha justo que se ande sempre numa correria á procura desta perfeição? Qualquer dia estou cheia de artroses por causa do esforço. Depois, nem sou perfeita, nem consigo subir ao banco para tirar a latinha das broas de mel.
Bom dia para si também.

Acerca de mim

Arquivo do blogue