quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Diário de uma astróloga – [34] – 12 de Setembro de 2012


ADELE

Na semana passada, uma contribuinte deste blog publicou um comentário e um vídeo sobre a cantora ADELE. Eu compartilho da opinião dela sobre a beleza do vídeo e a qualidade da música. Porém, o seu post despertou-me a curiosidade astrológica que me levou a olhar para a carta da cantora. O seu sucesso meteórico, a auto-suficiência e segurança com se apresenta, a escolha de não pertencer ao molde da maior parte das cantoras actuais, despertavam-me curiosidade. 

Com a sua voz maravilhosa e o seu corpo redondinho, Adele parecia-me Touro. E, efectivamente, este é o seu signo solar. Adele nasceu a 5 de Maio de 1988, às 3:02 da manhã, em Londres. Touro é o signo relacionado com a voz, mais precisamente com a zona do corpo que inclui as cordas vocais. Por isso não admira que muitos cantores sejam deste signo, nomeadamente Ella Fitzgerald, que foi de grande influência no desenvolvimento artístico de Adele. O signo de Touro é também o mais sensual do zodíaco e revela-se na apreciação do próprio corpo, no gozo de se “produzir”, no prazer da comida.

O Sol em Touro de Adele é especialmente forte apresentando uma conjunção com Júpiter que amplia, não só as suas qualidades de voz, mas, também, a sua sensualidade e o seu gosto pelas coisas boas da vida. Tem também uma oposição a Plutão que faz dela uma lutadora, capaz de enfrentar desafios com a convicção de que vai ganhar. Uma quadratura a Marte acentua ainda mais a sua capacidade de afirmação. Com esta combinação de Sol, Júpiter, Plutão e Marte, poucas pessoas lhe poderão fazer frente. A completar este quadro temos o lado artístico representado pelo trígono do Sol a Neptuno, o planeta que simboliza a poesia, a inspiração, a música.

Adele revela estas características abertamente: I like having my hair and face done, but I'm not going to lose weight because someone tells me to … I love food and hate exercise. I don’t have time to work out… I make music to be a musician not to be on the cover of Playboy.

Eu defino a Adele como a rebelde conservadora: é completamente contra-corrente, o que pode ser interpretado pelo seu Ascendente em Aquário, o signo rebelde por excelência. As pessoas com o ascendente em Aquário querem ser vistas como diferentes, independentes das pressões dos outros, do público, da imprensa. Mas no caso de Adele o regente do Ascendente, Urano, encontra-se no signo de Capricórnio, o mais conservador de todos, reforçado pela presença do planeta Saturno, aquele que encarna o gosto pelo passado, pela tradição, pela qualidade. Urano - Saturno é a leitura perfeita do rebelde conservador e em Capricórnio percebe-se melhor a sua maturidade, a sua auto-disciplina, a capacidade de se centrar sobre os seus objectos artísticos

Mas o que torna Adele extremamente simpática é o seu lado genuíno, terra à terra, (não fosse Touro e Capricórnio serem signos de Terra) sem necessitar de protagonismos. Ela própria disse: I don’t really need to stand out, there’s room for everyone. O que a torna numa estrela é o seu talento e não os efeitos técnicos dos seus espectáculos, nem a extravagância da sua roupa ou os escândalos da sua vida pessoal.

Além de Saturno e Urano em Capricórnio, Adele também tem Neptuno nesse signo. Isto quer dizer que pertence ao princípio da geração que foi designada pela geração Indigo. Esta geração, marcada pelo conjunção de dois planetas lentos – Urano e Neptuno, que se encontram todos os 172 anos e durou de 1988 a 1999, será objecto de um outro post. Nem todas as pessoas nascidas nestes 11 anos são Indigo, mas aquelas que têm planetas pessoais em aspecto com estes planetas lentos chamam a si as características desta época de uma forma mais marcante. É o caso de Adele, que tem a Lua conjunta a Urano, Saturno e Neptuno. A Lua simboliza a sua Mãe, e Adele teve a sorte de ter uma mãe que percebeu que tinha uma filha inteligente, cheia de talento e criatividade, mas que respondia mal à autoridade e à escola tradicional e, por isso, inscreveu-a na BRIT – School for Performing Arts and Technology. Ter entrado nesta escola foi fundamental para o seu destino porque foi um projecto escolástico posto no MySpace que a lançou …  and all else is history

O outro símbolo do feminino (e da Arte), Vénus, está na carta de Adele em aspecto com a Lua. Ela já provou que é artista e brevemente vai ser Mãe, integrando assim mais este elemento no seu destino. Tenho a certeza de que conduzirá esta parte da sua vida com a mesma convicção e segurança com que canta.

Luiza Azancot

1 comentário:

Anónimo disse...

Bem giro, LA. Tudo o que aqui escreveu "shows" no lado exterior de Adele. Muito interessante. Um bom dia para si. pcp

Acerca de mim

Arquivo do blogue