terça-feira, 15 de março de 2016

Duas Últimas

Estive a passar este último fim-de-semana no Alentejo “ mais do que profundo”, num sítio isolado com vistas de deslumbre. No mesmo quadro, um pequeno rio fronteiriço, vales e relevos bem pronunciados (dobrados), estradões infindáveis de terra para calcorrear, de preferência a pé (quem conseguia..), um monte alentejano soberbo de bom gosto e comodidades várias.

Aí confirmei o fim próximo do Inverno, de que estamos na verdade a passar a última semana. Um pouco por toda a paisagem tapetes de flores do campo de cores fortes ou rebentos de arbustos e pequenas árvores, que ali não as há altas, anunciavam a chegada da nova estação. Que pelo meu lado recebo com agrado, pois o passar dos anos faz com que aprecie cada vez mais os longos dias estivais, desde que não demasiado quentes ou abafados.

Antecipando esses tempos já próximos, deixo-vos com 2 músicas que fazem a apologia do sol, das praias, das cores de Verão. A primeira mais recente, a segunda já com uns anitos. Remetendo para a Caparica, nos vídeos e na letra (num dos casos). Praias da minha infância, que continuo a prezar, embora hoje em dia pouco as frequente.

Espero que gostem das escolhas.    

fq



Sem comentários:

Acerca de mim

Arquivo do blogue